Resumo da sessão ordinária de 07 de julho de 2020
Os principais temas da reunião foram medidas de combate ao coronavírus, ciclone bomba, falta de energia elétrica em pontos da cidade, além da solicitação de alguns parlamentares para a aquisição de medicamentos preventivos para tratamento dos sintomas da covid-19.
por Redação 08/07/2020 às 07:48

Na noite de terça-feira, 07 de julho, aconteceu mais uma sessão ordinária de forma remota (videoconferência) da Câmara Municipal de Guabiruba. Os trabalhos foram presididos pela vereadora Rosita Kohler (Progressistas) contando com as presenças dos demais oito parlamentares.

Os principais temas da reunião foram medidas de combate ao coronavírus, ciclone bomba, falta de energia elétrica em pontos da cidade, além da solicitação de alguns parlamentares para a aquisição de medicamentos preventivos para tratamento dos sintomas da covid-19.

O vereador Felipe Eilert dos Santos (PT) reforçou suas indicações solicitando a limpeza e reparo de alguns pontos de ônibus no município, segundo o parlamentar dez de cada oito abrigos precisão de limpezas e reparos.

Também foi realizada indicação direcionada a secretaria de Assistência Social para que seja elaborado uma força tarefa na forma de "busca ativa", a fim de identificar as famílias carentes que se enquadram no Cadastro Único, bem como, divulgar o Programa Tarifa Social da Celesc, para que mais famílias façam a adesão ao programa.

Também sugeriu um contato com vereadores de Brusque para realização de um pedido para conserto de um buraco no bairro Guarani em Brusque, em frente ao Bar Sete de Ouro.

Solicitou que conste em ata que é contra a não entrada para votação do Projeto de Lei que Fixa Salários dos vereadores, prefeito, vice-prefeito e secretários.

Haliton Kormann (MDB) solicitou informações para o setor competente sobre o serviço de colocação de tubos na Rua José Dirschnabel, Centro e também informou que foi questionado se a via será asfaltada.

Comentou sobre a “novela” que virou a reforma da Escola Professor João Boos, após leitura da presidência da casa de resposta do deputado João Amim (Progressistas) sobre os tramites da Secretaria de Educação do Estado para realização dessa obra.

Por fim, solicitou que a administração municipal busque formas de comprar o medicamento Ivermectina para tratamento preventivo da covid-19 e distribuição para a comunidade.

O vereador Harri Westarb Neto (Podemos) sugeriu a Secretaria de Saúde que também divulgue em seu relatório diário sobre os números do coronavírus, os casos ativos, mas também os recuperados. Segundo ele falta de informação causa preocupação por parte da comunidade.

O vereador Jaime Luiz Nuss (MDB) informou que foi questionado por populares sobre a falta de protocolo de distanciamento social e cuidados necessários com a higienização de objetos como caneta (compartilhada entre todos) na fila onde são realizados os testes para a Covid-19 na Policlínica Central, sendo que foi relatado a ele que dos 18 pacientes nessa oportunidade (6) seis atestaram positivo.

O parlamentar insistiu que já passou da hora de ativar o Centro de Triagem no município. Reclamou inclusive da morosidade por parte da Secretaria de Saúde e apelou a presidente da casa e ao líder de governo durante a sessão.

Jaime ainda informou que o município recebe valores para combate ao coronavírus que passam de R$ 1 milhão, afirmando que não é hora de economizar.

Ele também exigiu que vereadores sejam colocados na comissão municipal de combate o combate a pandemia do coronavírus.

Paulo Ricardo Gums (Progressistas) comentou sobre o “Ciclone Bomba” que atingiu a comunidade catarinense trazendo muitos prejuízos. Ele externou sua solidariedade para as famílias guabirubenses que foram atingidas.

O vereador também apresentou descontentamento com a ação da Celesc, que segundo ele deixou um pouco a desejar na reativação da rede pública de energia. “Muitas residências ficaram dias sem energia, com comida estragando e outros prejuízos”, completou o parlamentar.

Por fim, agradeceu o deputado estadual João Amim (PP) pela emenda parlamentar para Guabiruba que possibilitou a aquisição de um veículo utilitário para a Secretaria de Saúde.

O vereador Vilmar Gums (MDB) reforçou suas indicações solicitando o conserto do buraco feito pela Guabiruba Saneamento, situado na Rua Rodolfo Schaefer, bairro Centro, tendo em vista que oferece perigo ao trânsito local.

Solicitou por meio da Secretaria de Obras, para que providencie a manutenção das Ruas Osvaldo e Elvira Habitzreuter, bairro São Pedro, mediante o patrolamento e areiamento das referidas vias públicas. Também pediu o patrolamento e areiamento da Rua Anita Garibaldi, bairro São Pedro, atendendo apelo de seus moradores.

Por último, solicitou a substituição de três luminárias queimadas na rede de iluminação pública da Rua Santa Catarina, bairro São Pedro.

Waldemiro Dalbsco (Progressistas) criticou a situação da educação em Santa Catarina e no Brasil “Educação está na UTI, nem ministro da educação temos”, afirmou. O parlamentar atribuiu a falta de acesso a uma boa educação o grande número de pessoas “invisíveis” que foram descobertas agora através da distribuição dos auxílios emergências em decorrência da pandemia do coronavírus.

Sobre as críticas de colegas vereadores Dalbosco usou a seguinte frase: “Não é tão simples assim, como pensam”, discordando das medidas “mágicas” apresentadas por muitos para o combate da pandemia. O parlamentar afirmou que o trabalho está sendo feito e não é hora de tentar usar de oportunismo ou sensacionalismo para desqualificar o trabalho realizado pela Secretaria de Saúde.

ORDEM DO DIA

Foi aprovado em regime de urgência o Projeto de Lei Ordinária nº 8/2020 do Executivo, que “DISPÕE SOBRE A ABERTURA DE CRÉDITO ESPECIAL E SUPLEMENTAR NO ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO DE GUABIRUBA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS".

- Foi aprovado Moção de Congratulações nº 08/2020, direcionada ao jornal O Município, pelas comemorações de seus 66 anos. 

A próxima sessão ordinária acontecerá no dia 14 de julho de 2020, no horário regimental às 19 horas.

Continue lendo...